Eu vi: Programa de Proteção para Princesas

quinta-feira, agosto 27, 2009

Gente... esse fds assisti um filme incrível... PPP, quem conhece??? Que título!!! Amei!! Programa de Proteção para Princesas, mas conhecido como PPP, é o filme das descoladas BFF - Demi Lovato e Selena Gómes; elas são as mais lindas da Disney.

O filme é sobre uma princesa que vê seu reinado ir por água abaixo por causa de um ambicioso ditador. A DISNEY fez mais um excelente trabalho... sou suspeita mas gosto de todos da Disney... e ver Demi Lovato foi tudo de bom. Ela é linda demais...

Quando a Princesa Rosalinda(Demi Lovato) é ameaçada por um ditador do mal determinado à tomar o controle de seu país, ela é, rapidamente, levada embora e colocada no “Princess Protection Program”, uma agência secreta que cuida de princesas em perigo ao redor do mundo. Mason, um agente do programa, esconde a Princesa Rosalinda em sua própria casa, onde, com a ajuda de sua filha Carter(Selena Gomez), adota o disfarce de uma adolescente pobre chamada Rosie. Insegura, Carter, trabalha em uma loja local depois da escola e sonha em ir ao baile do colegial com sua paixão secreta, Donny, um garoto popular. Rosie rapidamente se torna popular na escola, o que Carter tem de aceitar. Porém, as duas também formam uma união recíproca. Enquanto Carter ajuda Rosie a ser uma adolescente normal, Rosie mostra à Carter como encontrar a princesa dentro dela mesma.

Muito divertido e tbm vale a pena ver o lindão do Robert Adamson, ele é TUUUUDDDDOOOO!!!

 ♥♥♥ LOVE ♥♥♥
Outra coisa maravilhosa foi o clipe do filme com elas cantando: ONE AND THE SAME.

Amigas são assim, então uma homenagem a minha linda amiga-irmã e fiel Bê... I LOVE YOU!!!!!!!


  XOXO,

BIENAL DO LIVRO - Parte 3 - Encontros

sexta-feira, agosto 21, 2009

A Bienal do Livro contará ainda com encontros no auditório Euclides da Cunha, que tem capacidade para 390 pessoas. Na programação está prevista a participação da escritora Meg Cabot, autora dos livros da série “O Diário da Princesa” e do casal Robert e Kim Kyosaki, dos best-sellers “Pai Rico, Pai Pobre” e “Mulher Rica”.

A feira de livros poderá ser visitada entre os dias 10 e 20 de setembro, das 10h às 22h. De acordo com os organizadores, os ingressos custarão 12 reais (inteira) e 6 reais (meia). Professores e profissionais do ramo editorial terão entrada gratuita. As senhas para todos os debates previstos serão distribuídas cerca de uma hora antes do início da sessão.

Confira alguns encontros já confirmados:
10/09: Leila Ferreira e Danuza Leão “O livro na bolsa. Dicas de escritoras ganham espaço nas estantes”
Às 17h, no Mulher e Ponto
11/09 Andrew Keen e Caio Túlio Costa “A banalização da cultura na era da rede global”
Às 17h, no Café Literário Marília Pêra Obras de Machado de Assis
Às 18h30, no Livro em Cena David Grossman e Bernardo Ajzenberg “Escrevendo intimidade em território disputado”
Às 19h, no Café Literário Bernard Cornwell Autor de “Canção da Espada”
Às 19h30, no auditório Euclides da Cunha 12/09 Dash Shawn e os gêmeos Gabriel Sá e Fábio Moon “Histórias em Quadrinhos”
Às 14h, no Café Literário Ana Maria Machado e Ruth Rocha “Quarenta anos formando e encantando leitores”
Às 15h30, no Café Literário David Grann, Maurício Stycer e Daniel Piza “Jornalismo Cultural”
Às 17h, no Café Literário Matheus Nachtergale Obras de Graciliano Ramos
Às 18h30, no Livro em Cena Tim Winton e David Wroblewski “Tornando-se adulto em páginas de romance”
Às 18h30, no Café Literário 13/09 Arthur Phillips, Laurentino Gomes e Isabel Lustosa “Brasil ontem e hoje” Às 12h, no Café Literário Eli Gottieb
Às 14h, no Café Literário Meg Cabot "Minha vida de Princesa" Autora da série “O Diário da Princesa”
Às 15h, no auditório Euclides da Cunha Viviane Mosé e Heloísa Seixas “As contadoras de histórias. A temática feminina em poesia e contos”
Às 17h, no Mulher e Ponto Thrity Umrigar e Rachel Bertol “Escrever entre Dois Mundos”
Às 18h30, no Café Literário Chris Bohjalian e Jair Ferreira dos Santos “Bastidores da ficção: a pesquisa do escritor”
Às 20h, no Café Literário 18/09 Ferreira Gullar, Eucanaã Ferraz e Cláudia Roquette Pinto “Criando espaço poético, entre modernidade e tradição”
Às 18h, no Café Literário Lázaro Ramos Obras de Jorge Amado
Às 20h30, no Livro em Cena 19/09 Robert e Kim Kyosaki Autores dos livros “Pai Rico e Pai Pobre” e “Mulher Rica”
Às 15h, no auditório Euclides da Cunha Larry Rohter e Roberto Da Matta “Ficções e realidades nas visões de Brasil e EUA”
Às 17h, no Café Literário Jospeh O’Neil e Arthur Dapieve “Mixagens pós-nacionais”
Às 18h30, no Café Literário Steven Jay Schneider e Rodrigo Fonseca “Crítica de cinema”
Às 19h30, no auditório Euclides da Cunha 20/09 Malu Mader Obras de Clarice Lispector
Às 16h30, no Livro em Cena Tânia Zagury e Cissa Guimarães “Onde foi que eu errei? O papel do livro no debate das drogas e outros problemas na relação mãe e filho”
Às 17h, no Mulher e Ponto Miguel Sousa Tavares, Marina Colasanti e Rosa Maria Barboza de Araújo “A geografia dos afetos”
Às 18h30, no Café Literário Márcia Denser e Laura Meyer da Silva “Leitura e Prazer. A literatura erótica atrai a leitora”
Às 19h30, no Mulher e Ponto

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br

XOXO,

BEINAL DO LIVRO - Parte 2 - Programação

PROGRAMAÇÃO CULTURAL: Um dos principais eventos do calendário da cidade, a Bienal 2009 contará com investimento 30% maior na programação cultural do que na última edição. Para a edição 2009, um time de especialistas já está cuidando do desenvolvimento do conteúdo dos novos espaços. Descrição dos espaços: 1. Floresta de Livros: espaço cenográfico de 800 m² voltado para o público juvenil e escolar.

Com o patrocínio do Instituto Pró-Livro, o local vai misturar informação e entretenimento de forma lúdica. O curador é João Alegria, diretor e roteirista de TV, do canal Futura. 2. Livro em Cena: grandes nomes das artes – cinema, teatro e TV – serão convidados para ler trechos selecionados de obras de importantes escritores brasileiros. A curadoria do espaço será da D+ Produções, das sócias Marcia e Joana Braga, e a direção será de Paulo José. 3. Mulher e Ponto: o público feminino representa mais da metade do número de leitores no país, por isso a Bienal vai dedicar um espaço a elas. Com a curadoria de Sonia Biondo, jornalista, escritora e produtora, o espaço terá sessões de debates com autores para falar de comportamento, literatura, filosofia, valores, relações afetivas, tudo sob a perspectiva feminina. 4.


Exposição: os visitantes terão acesso à exposição José Olympio - O Editor e Sua Casa, uma homenagem a um dos principais editores do século passado, responsável pela publicação de obras de nomes como Gilberto Freyre, Guimarães Rosa, Graciliano Ramos e Jorge Amado. A mostra ocupará 300 m² e tem a curadoria de José Mario Pereira Filho e projeto museográfico de Victor Burton. 5.

Café Literário: sucesso entre os frequentadores, o bate-papo informal e intimista continua na programação da Bienal 2009. Autores brasileiros e internacionais são convidados a debater temas em sessões descontraídas sobre processo de criação, ideias, livros, personagens, gêneros etc. Ítalo Moriconi, professor de Literatura da UERJ, escritor e crítico literário, chega para cuidar das sessões do Café Literário.

PAÍS HOMENAGEADO: A cada edição, a Bienal do Livro do Rio de Janeiro elege um país ou região de forte expressão cultural para homenagear. Nesta edição, o foco será a literatura norte-americana. Os Estados Unidos são o país escolhido na décima quarta edição do evento, que contará com a presença de uma delegação de autores participando de debates e palestras da programação oficial do evento. Já estão confirmadas as presenças de nomes fortes da Literatura dos Estados Unidos, de gêneros variados: David Wroblewski, Dash Shaw e Meg Cabot.

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS: Como em todas as edições da Bienal, a presença dos autores e a distribuição de autógrafos é uma oportunidade ímpar de aproximar grandes nomes da literatura e seus leitores. Além de Ziraldo, o autor de Fôlego, Tim Winton, virá pela Editora Paz e Terra e lançará The Riders, sua obra ainda não 100% finalizada, além de falar um pouco sobre o sucesso internacional de vendas de sua obra. O escritor participará da programação cultural e autografará seus livros no estande que sorteará pranchas de surf. Por outro lado, a Editora Planeta preparou um lounge para seus clientes. A exposição dos lançamentos será diferenciada, as vitrines remetem a grandes joalherias. A editora criou até um novo logotipo para esta edição da Bienal.

Fonte: Wikipédia

Bjks, nos vemos na Bienal... Lisse

BIENAL DO LIVRO - Parte 1 - A História

quarta-feira, agosto 19, 2009

Esse ano será realizada um novo magnifico evento.
Dos dias 10 à 20 de Setembro de 2009, será realizada a XIV Bienal do Livro, no RioCentro.

O surgimento da Bienal foi uma iniciativa do SNEL – Sindicato Nacional dos Editores de Livros - em parceria com a Fagga Eventos. Completa nesta edição 28 anos de sucesso com a Bienal Internacional do Rio de Janeiro.

A expectativa dos organizadores é ter este ano o mesmo número de visitantes da edição passada, em torno de 600 mil.

Os três pavilhões vão continuar sendo ocupados com uma metragem de 55 mil m², e não há como crescer mais pois esse tamanho que já existe´tem sido o ideal para oferecer aos visitantes algo com qualidade, variedade, conforto e segurança.

A Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro de 2009 terá sua décima quarta edição. Consolidado como um dos principais eventos da cidade, a grande festa do livro recebeu em sua última edição, em 2007, um público de 645 mil pessoas, sendo 170 mil estudantes, ao longo de 11 dias. Este sucesso é reflexo de uma das principais marcas da Bienal do Livro do Rio, em especial da programação cultural: a inovação.

Esse ano será oferecido aos visitantes novos espaços, uma grade de eventos diversificada e dinâmica, que vai aproximar ainda mais os leitores do universo literário. A programação cultural desta edição contará com investimento de R$ 1,7 milhão – 30% a mais que em 2007 – e será mais qualificada, para atender a todos os perfis de público e faixas etárias.

A Bienal surgiu em 1983 e aconteceu no Copacabana Palace. Numa área de apenas 1400 m², o público visitante foi de 45 mil pessoas e apenas 86 editoras em exposição. Já em 1985, é possível notar um grande crescimento: foram 136 expositores que receberam 80 mil visitantes no estacionamento do São Conrado Fashion Mall, duas vezes a área da edição anterior. Foi a partir de 1987 que a Bienal ganhou o Riocentro como endereço certo, ocupando na época menos da metade de um pavilhão. Em 2007, última edição, foram 600 mil visitantes e 950 expositores, números recordes.

Para 2009, a expectativa é chegar ao mesmo volume nos 11 dias de evento e com uma programação cultural bem elaborada. Com R$ 24 milhões em investimentos, espera-se vender 2,5 milhões de livros e faturar R$ 44 milhões, 5% mais que na edição anterior. São os dados da Fagga Eventos, empresa que organiza a Bienal em parceria com a Snel, Sindicato Nacional dos Editores de Livros. Fonte: Wikipédia

Bjks, nos vemos na Bienal... Lisse






Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!